Dicas para guardar um dinheirinho em 2019

Dicas para guardar um dinheirinho em 2019

Ano novo é sinônimo para metas e promessas.

Se sua lista de resoluções para 2019 inclui ser mais econômico, a gente te ajuda com essas 18 super dicas!

1. Guarde dinheiro no começo do mês
O que você conseguir economizar, já vai valer a pena. Assim que receber seu salário, por exemplo, já faça uma reserva. Não tenha essa atitude só no fim do mês.

2. Calcule quanto tempo de trabalho alguma coisa vai te custar
Faça as contas: pegue a calculadora e divida seu salário pelo número de dias em que você trabalha no mês. Para saber quanto você ganha por hora, divida este número pela carga horária trabalhada. Agora pronto, você já consegue visualizar o quanto aquele dia de “ostentação” ou até mesmo aquela “roupinha baratinha” vai doer no seu orçamento.

3. Confira seu saldo bancário
É, chega a ser doloroso, mas não ignore os fatos. Saiba sempre como está a sua situação financeira, já que entrar no vermelho sem perceber é bem fácil.

4. Anote os seus gastos
Hoje em dia há diversos aplicativos que te facilitam no controle de gastos. Se seu celular não tem espaço ou você prefere fazer de outra forma suas anotações, abra uma planilha no Google Drive, anote em um bloco de notas, encontre o meio mais prático para você. Anote desde o docinho depois do almoço até todas as contas importantes que você paga. Assim, você conseguirá enxergar se existe alguma coisa que pode ser cortada ou diminuída.

5. Pague seus gastos cotidianos com dinheiro por uma semana, se estiver gastando muito
Resolveu ostentar, mesmo sem poder? Então tenha dinheiro em espécie para pagar o mercado, o delivery, a entrada do evento, o Uber… Às vezes, o cartão do banco faz a gente esquecer que está lidando com dinheiro de verdade, porque você não vê ele saindo do seu bolso.

6. Gastar com coisas que vão de encontro com seu perfil
Pra que você foi comprar aquela peça de roupa que está no seu armário e você nem lembra mais? Aposto que ela ainda deve estar com etiqueta. A falta de uso dessas coisas mostra que, no fim, elas não têm a ver com você como você imaginava.

7. Junte as moedas espalhadas pela sua casa
Moeda é dinheiro, tá? E, provavelmente, está parado nas suas coisas sem você notar. Vá em busca destas pequenas fortunas! 🙂

8. Não queira acompanhar o ritmo de vida de amigos que tenham muito mais dinheiro que você
Pois é, dói encarar isso, mas se você não ganha o suficiente pra jantar fora várias vezes por semana ou tomar drinks caríssimos porque outras pessoas estão fazendo isso, seja sincero: não vai dar para acompanhá-los.

9. Pense no custo-benefício das coisas
Quanto custa o que você quer? Quantas vezes você acha que, sinceramente, vai aproveitar esta compra? Lembre-se sempre do custo-benefício. É aquilo: uma blusa de R$100 que você vai poder usar muitas vezes e por muito tempo pode sair mais barata do que uma de R$20 que você não vai usar nunca ou que vai se despedaçar no primeiro uso.

10. Liste tudo que você anda precisando
Desse modo, você não perde o foco e programa melhor os seus gastos antes de agir por qualquer impulso.

11. Baixe uma extensão de navegador que te ajuda a encontrar um preço bom nas compras
Existem extensões que te ajudam a checar a variação de preço nas suas compras online e, assim, saber e você de fato vai pagar um bom preço. Essas extensões ainda buscam cupons de desconto antes de você finalizar as compras.

12. Procure não parcelar compras em milhares de vezes
“Pode parcelar em até 10x sem juros? Então pode passar meu cartão.” Vai que, logo depois dessa compra, você acumula muito mais do que imaginava e junta um monte de parcelas que se tornam um monstro no cartão de crédito? Você vai continuar pagando até se a coisa nem existir mais na sua vida. Se não dá para pagar em uns 3 meses, talvez agora não seja a melhor ocasião para fazer tal compra.

13. Gastar com o que você realmente quer
Você tem todo o direito do mundo de sonhar com alguma coisa ou querer investir uma grana maior em algo que realmente deseja. Mas para poder fazer isso, lembre de não gastar esse dinheiro em coisas aleatórias e menos importante. Aquela viagem dos seus sonhos pode estar sendo gasta aos pouquinhos em um açaí, por exemplo.

14. Curta programas que não gastam dinheiro
Qual foi a última vez em que você foi ao parque? E quando foi a última vez que esteve em um museu com visitação gratuita? Quando você está com a grana curta parece que tudo que é legal custa dinheiro, o que não é necessariamente verdade.

15. Tenha o hábito de cuidar das suas finanças
Assim como várias outras tarefas da sua vida, você se acostuma a cuidar das suas finanças. No começo você encara como uma obrigação a se cumprir, mas, com o tempo, vai lidar naturalmente com as finanças.

16. Lembre que economizar qualquer coisa é melhor do que não economizar
Não precisa ser um valor muito alto, mas tente separar um dinheirinho por mês para o que você conseguir. Isso ajuda a criar o hábito de guardar, por menor que seja a quantia.

17. Lembre que pagar as contas é melhor do que dever
Talvez não seja nesta altura da vida que você junte uma grana no fim de todo mês. Mas pode ter certeza: conseguir pagar suas contas em dia é algo a se orgulhar. Assim você não cria dívidas nem paga multas e juros horríveis, o que vai ajudar suas finanças a longo prazo.

18. Faça seu dinheiro render mais que a Poupança
Agora que você já sabe como economizar, que tal tornar essa economia em um investimento para o seu futuro? Conheça os planos de Previdência Privada que temos para te oferecer: 4003-3156.

Related Posts

Comments are closed.